Consultar o tarot ou a Astrologia

Tarot ou Astrologia

Tarot ou Astrologia, qual o método de consulta mais adequado?

São métodos distintos e complementares, não cabendo comparações no sentido de um ser melhor que o outro.

A astrologia aponta as tendências da vida de uma maneira mais impessoal, objetiva e direta, ou seja, mostra de maneira significativa as possibilidades e acontecimentos vindouros, porém sem levar em consideração a função do livre arbítrio, o estado de espirito do consulente nos períodos previstos onde as situações se apresentarão na vida desse consulente.

No tarot, o aspecto mais relevante é a condição humana e as perspectivas do consulente ou das pessoas envolvidas na consulta relativas ao momento presente ou futuro próximo.

Desse modo, temos a referência de como o consulente ou pessoas próximas se sentem, ou seja, o tipo de sentimento, pensamentos e expectativas diante de uma situação, além de avaliarmos a capacidade de agir ou não diante de um problema e o indicativo dos caminhos para a solução dos problemas propostos.

tarot baralho cigano

11 950 769 608

Acesse o Whatsapp Aqui!!

Astrologia: o relógio cósmico

Então temos na astrologia uma ferramente que nos mostra os períodos da nossa vida onde as potencialidades dos acontecimentos estarão mais relevantes, sem no entanto nos afirmar a efetividade deste acontecimento.

Por exemplo, se está apontado no mapa astrológico que determinado indivíduo se casará em novembro 2014, significa que neste período existe a potencialidade de ocorrer um casamento, mas evidentemente, a concretização desse potencial evento dependerá da capacidade e da vontade desse indivíduo de efetivamente querer casar-se.

No entanto, aproximando-se a data prevista deste casamento e o consulente na dúvida sobre casar-se ou não, então teremos no tarot a ferramenta mais adequada para sondar as motivações que levam à dúvida desse consulente, os medos, receios, traumas do passado e até mesmo, se a tendência desse casamento é dar certo ou não, pois podemos por meio do tarot avaliar o parceiro, os seus sentimentos, suas intenções e objetivos dentro dessa relação.

Uma vez que as perspectivas mostrem-se de uma maneira positiva, procuraremos um caminho para o consulente superar as dificuldades que eventualmente possam impedí-lo de vivenciar essa experiência.

Tarot e astrologia combinados são excelentes métodos para o autoconhecimento!

A astrologia possui várias possibilidades quando pensamos em meios da pessoa se conhecer melhor.

A astrologia natal, ou seja, o mapa do momento do nascimento revela características inerentes do nativo, onde é possível verificar o temperamento do mesmo e com isso, os principais pontos da personalidade.

Embora a astrologia natal não seja especificamente a mais indicada no aspecto preditivo, ainda assim, é possível sim obter alguns indícios sobre as possibilidades futuras do consulente.

Há ainda a revolução solar (nessa técnica avalia-se as perspectivas para o ano do consulente).

Há também a sinastria amorosa, onde ambos os mapas do casal são analizados concomitantemente, de modo a compreender os pontos fortes e os desafios do relacionamento.

Temos por fim a astrologia horária, técnica especifica em que se verifica o céu para responder uma questão pontual.

Já no jogo de tarot, quando consultamos as cartas, temos inúmeras técnicas similares às técnicas astrológicas. Similares, porém, não idênticas.

É possível sim, na consulta de tarot, avaliar todas essas questões elencadas anteriormente, porém, a dinâmica da consulta será bem diferente.

Isso não significa contudo, como eu disse anteriormente, que um oráculo seja melhor que o outro. Na realidade, são complementares.

Se o céu na análise astrológica aponta as possibilidades e perspectivas de uma determinada situação e para onde essa situação se encaminha, o tarot aponta como a pessoa está se sentindo mediante essas perspectivas.

Ou seja, na astrologia podemos ver com clareza o temperamento de uma pessoa, mas, o modo como esse temperamento estará sendo modulado pelo psiquismo no momento específico em que se vivencia o fato, isso será melhor analisado pelo tarot.

Não que com a astrologia não se possa ver através dos trânsitos dos planetas os pontos de tensão que podem afligir o consulente. Mas com o tarot, o nível de detalhamento acabará sendo mais claro, objetivo.

Além disso, no momento da consulta com o tarot, novas questões podem ir surgindo, gerando um detalhamento cada vez maior das respostas.

Com isso, as possibilidades de esclarecimento e estratégias para lidar com a situação, e, principalmente, a resposta das cartas de se a conduta será a mais adequada será o maior diferencial entre a consulta de tarot e a astrologia.

Tarot ou astrolgia?

Na dúvida, fique com os dois!!