Leitura Baralho Cigano

Leitura de Baralho Cigano

Leitura de Baralho Cigano

Como fazer uma leitura de Baralho Cigano?

O primeiro cuidado para realizar uma leitura de baralho cigano ou tarot é encontrar um Tarólogo Confiável (acesse aqui).

O baralho Cigano, assim como o Tarô, é um baralho com um simbolismo muito rico.

A correta interpretação das cartas do Baralho Cigano acontece apenas após muitos anos de estudos e de experiência do oraculista, profissional que necessariamente tem que buscar o aperfeiçoamento constante por meio de pesquisas e dedicação.

tarot baralho cigano

11 950 769 608

Acesse o Whatsapp Aqui!!

E não apenas na arte da leitura do baralho cigano, da leitura das cartas em geral, mas da habilidade de lidar com seres humanos, compreender suas dores, acolher, compreender e principalmente, promover solução, esclarecimento e direcionamento de quem o procura.

Não basta conhecer o significado das cartas do baralho cigano.

É preciso muito mais…

Não se trata de descobrir a sorte nas cartas

Se trata de ampliar o horizonte de consciência de quem busca a consulta de baralho cigano, ajudar a enxergar além do perímetro imediato, o mais próximo.

É fazer com que a visão do consulente venha a abranger cenários distintos, opções e oportunidades que eventualmente não estejam claros em meio ao caos de quem procura uma consulta de tarot ou baralho cigano.

Por isso mesmo, um bom tarólogo, um bom profissional deverá obrigatóriamente ter larga experiência, pois, como em qualquer profissão ou arte (e especialmente nessa), quanto mais tempo de experiência e com a devida dedicação, maior a capacidade e habilidade o tarólogo terá.

Como Ler o Baralho Cigano?

Para quem deseja se consultar com o baralho cigano, já expliquei, procurar com cautela e calma um tarólogo confiável, um bom cartomante com vasta experiência.

Mas, e para quem deseja aprender a jogar o baralho cigano?

Para se realizar uma leitura de tarot ou de baralho cigano adequada, comece do começo, conheça as origens do oráculo.

No caso do baralho cigano, comece por esses dois resumidos artigos:

Baralho Cigano Confiável

É fundamental para quem deseja realizar uma excelente consulta de baralho cigano, após estudar com profundidade as origens do oráculo, estudar muito o cenário onde ele surge.

No caso do tarô, um estudo profundo sobre o período medieval, de modo a compreender efetivamente o rico simbolismo das cartas, correlacionando-o com toda a grandiosidade do período que nos legou as grandes catedrais, castelos, obras de engenharia fascinantes, além é claro, das bases dos estudos acadêmicos sistematizados pela filosofia e teologia desenvolvidos na época, etc (Comece por aqui: Tarot e Leitura dos Símbolos das Cartas do Tarot)

Em relação ao Baralho Cigano, embora de um período mais recente (pós Iluminismo), também se faz necessário um estudo aprofundado da realidade da época.

Com forte influência do romantismo alemão neste período, suas cartas apontam forte relação com elementos da natureza, característico do ideal romântico de retorno à natureza.

Desse modo, creio que começa a ficar claro para quem deseja realmente ser um profissional oraculista, dedicado ao tarot e ao baralho cigano, que, não basta ‘decorar’ o significado das cartas, observação e intuição. Isso é apenas o começo.

Há a necessidade de um dedicado estudo da historiografia para começar a compreender (e com boas fontes, não com o material didático das provas do Enem)

E após, os naturais desdobramentos deste estudo: Biografia dos principais personagens dos períodos para compreender a mentalidade da época, filosofia, teologia, religiões comparadas, fundamentalmente compreender ao menos algumas bases do Tomismo (para começar a entender os princípios metáfisicos da época medieval).

Além disso, compreender também profundamente a cosmovisão do período, ou seja, a visão cosmogônica e cosmológica das pessoas daquela época, simbolismo comparado, etc

Mas ainda tem mais… Estudar também com muita profundidade as civilizações que deram origem a nossa civilização ocidental: as culturas gregas, romanas, judaica… A influêcia árabe também (pois afinal, foram os arábes que trouxeram para o ocidente a matemática e as traduções de Aristóteles)… E sim, Aristóteles, Platão, Sócrates, os filósofos gregos principais, a mitologia grega, romana, os historiadores do período (Flávio Josefo é essencial).

E evidentemente o Cristianismo, base que fundamentou e fundamenta até hoje nosso psiquismo, toda herança cultural e de valores que dispomos, uma vez que as bases da civilização ocidental, ou seja, a filosofia grega, o direito romano e os valores piedosos do Cristianismo formatam e modulam integralmente o psiquismo do homem ocidental, tenha ou não consciência disso o indivíduo.

Por isso, o estudo dos textos do Antigo Testamento (sobretudo os Livros Sapienciais) e do Novo Testamento também serão uma forte base para compreender os simbolismos das cartas do tarot e, por consequência, do baralho cigano quando o tarólogo conseguir diferenciar a essência dos períodos que separam esses dois oráculos.

Por fim, também é necessário uma dedicação muito grande a literatura em geral, pois nos romances dos mais diversos períodos é possível encontrar uma infindável série de experiências humanas… E o tarólogo lida exatamente com vidas humanas.

Certamente, existe muito mais psicologia em personagens dos grandes autores de literatura mundial do que nos tão famigerados livros de auto ajuda da atualidade.

Comece pelo Otto Maria Carpeaux, com o seu livro História da Literatura Ocidental.

Mas é preciso tudo isso para se tornar um bom tarólogo, para realizar uma boa leitura de baralho cigano?

Isso é apenas o começo, como eu disse…

Qualquer profissão requer anos e anos de estudo para se chegar a um nível de excelência.

Contudo, o ponto fundamental de todo o processo, será sempre, após fazer esse básico dos estudos, a experiência (tanto profissional como de vida).

Mas para quem tem vocação verdadeira, o aprendizado é a própria recompensa e se tornar um bom tarólogo será apenas consequência.